29.3.10






Meu nome é a antítese da essência




Caminheiros de rotas incertas, percorrendo caminhos sem trilha



Conjectura obtusas palavras

Ao que te mostro, com calma, a vida



a clareira não se mostra e nem a estrada cerca

(a ponte na mente surgia)




o rio do lado de lá

mergulho no centro de si

no vau só passa na seca,



desvio por aqui .

Um comentário:

Arco e Lira disse...

cara, tu tem que publicar isso tudo em forma de livro! trascenvisual